Ativistas do Odara representam a Bahia no Seminário Mulheres Negras e Saúde

As representantes do Odara – Instituto da Mulher Negra na Bahia, Valdecir Nascimento, Coordenadora Executiva e Emanuelle Góes, Coordenadora do Programa de Saúde da Mulher Negra e Direitos Reprodutivos vão a Curitiba para participar de 09 a 11 de novembro, do VII Seminário Mulheres Negras e Saúde, realizado pela Rede de Mulheres Negras – PR em parceria com os governos Federal, Estadual e Municipal.

 A sétima edição do seminário visa à participação de feministas de todo país de modo a colocar pesquisadores, gestores públicos de saúde, lideranças comunitárias em diálogo para aprimorar o atendimento á saúde das mulheres negras brasileiras. O evento terá como enfoque o racismo como um fator determinante para o adoecimento das mulheres negras.Durante o seminário serão debatidos temas relevantes para agenda política dos direitos das mulheres negras como: implementação da Política Integral de Saúde da População Negra, o direito à saúde das mulheres negras, saúde sexual e reprodutiva, infecção pelo HIV/AIDS, saúde das jovens negras, Doença Falciforme, saúde nas comunidades quilombolas e os desafios na superação psicológica do racismo e protagonismo feminino negro.

 I Seminário Nacional Interseccionalidade de Raça e Gênero no Enfrentamento a Feminização DST/Aids

Já de 11 a 13 de novembro, também em Curitiba/PR, a coordenadora do Programa de Saúde da Mulher Negra e Direitos Reprodutivos do Odara, Emanuelle  Góes, participará do I Seminário Nacional Interseccionalidade de Raça e Gênero no Enfrentamento a Feminização DST/Aids representando a Bahia. O evento será realizado pela Rede Mulheres Negras do Paraná, em parceria com Rede Lai Lai Apejo-População Negra e Aids, contando com o apoio do Departamento DST, Aids e Hepatites Virais do Ministério da Saúde.

O seminário é uma atividade de caráter nacional, envolvendo as 27 unidades da federação e tem como público alvo a participação de mulheres negras e não negras vivendo com HIV/Aids; representações de organizações da sociedade civil que trabalham diretamente no enfrentamento a epidemia e prevenção do HIV/Aids, organização que atuam na promoção de saúde e saúde da população negra; e gestores (as) de saúde, organismos de políticas para mulheres e de igualdade racial.

*Com informações da Coordenação do evento.

Anúncios
Categorias: Sem categoria | Deixe um comentário

Navegação de Posts

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: